Certificações

O Grupo Progresso atende às exigências do mercado internacional, no que diz respeito ao cumprimento de normas técnicas e posturas alinhadas com a responsabilidade social e ambiental.

Em reconhecimento ao compromisso do grupo com seus colaboradores, a comunidade e o meio ambiente, temos três fazendas com certificações que atestam a responsabilidade socioambiental do Grupo.

 

Fazenda Progresso

Soja: Certificação RTRS

Algodão: Certificação ABR/BCI

 

Fazenda Rainha da Serra

Soja: Certificação RTRS

 

Fazenda Ouro Branco

Soja: Certificação RTRS

 

Sobre as certificações:

RTRS:

A Certificação RTRS garante que a soja – na forma de matéria-prima ou subproduto – seja originária de um processo ambientalmente correto, socialmente adequado e economicamente viável. Desta forma, existem evidências de que os produtos são derivados de uma gestão responsável da produção da soja.

 

ABR/BCI:

O processo de certificação ABR e licenciamento BCI é centralizado no programa Algodão Brasileiro Responsável (ABR), conforme definido pelo benchmarking. Ao incorporar os critérios mínimos de produção da BCI - de conformidade obrigatória -, o ABR atende igualmente às exigências da Better Cotton Initiative para a concessão da licença de comercialização Better Cotton. As listas de Verificação para Diagnóstico da Propriedade (VDP) e de Verificação para Certificação da Propriedade (VCP) contêm todos os itens necessários à avaliação de conformidade da unidade produtiva, divididos em oito critérios: (1) contrato de trabalho; (2) proibição de trabalho infantil; (3) proibição de trabalho análogo a escravo ou em condições degradantes ou indignas; (4) liberdade de associação sindical; (5) proibição de discriminação de pessoas; (6) segurança, saúde ocupacional e meio ambiente do trabalho; (7) desempenho ambiental; (8) boas práticas agrícolas.